October 22, 2018

Please reload

Posts Recentes

Lixo zero: a tendência mais importante de 2019

December 29, 2018

 

 

Segundo o site de tendências WGSN, o ano de 2019 está previsto para ser o ano do LIXO ZERO ou “Sub-zero waste”, como uma tendência significativa na área da beleza, na indústria da moda e dos cuidados pessoais.

 

Analistas da Mintel sugerem que “a filosofia do lixo zero está ganhando força à medida que mais e mais consumidores são afetados por desastres naturais e se conscientizam da diminuição dos recursos hídricos do planeta”.

 

Um dos maiores fenômenos do descaso com a natureza pode ser visto no Oceano Pacífico, como o Great Pacific Garbage Patch, uma montanha de lixo plástico acumulado por anos de poluição indiscriminada que enfeia as paisagens naturais, mata animais aquáticos e degrada nosso ecossistema.

 

 O movimento global de proteção à natureza será muito intensificado a partir de 2019, e as marcas que quiserem se consolidar ou crescer no mercado, terão que se adequar a esta nova tendência.

Diminuir a produção de embalagens plásticas não é mais suficiente para conquistar o consumidor consciente dessa nova era. Existe uma necessidade urgente de mudança de mindset no que diz respeito ao excesso de consumo de modo geral. Quanto mais desenvolvida é uma sociedade, mais lixo ela produz, e mais impacto causa no processo devastador de poluição do meio ambiente.

 

Segundo a analista sênior da Mintel, Sharon Kwek, podemos esperar que o foco na sustentabilidade se intensifique a partir deste ano: “O lixo Sub-Zero não é apenas uma tendência; é um movimento em direção a um novo arquétipo para a indústria de beleza e cuidados pessoais. Algumas empresas já estão discutindo a remoção completa de embalagens da equação, seja reduzindo ou eliminando totalmente o desperdício. Se as marcas não mudarem sua abordagem agora, elas se tornarão insignificantes no futuro. Marcas que colocam os lucros pessoais antes de fazer o investimento necessário em desperdício zero e sustentabilidade, não sobreviverão”.

 

 Sharon Kwek, analista da Mintel: empresa de consultoria de tendências.  

 

 

Essa mudança de paradigma dará oportunidade para marcas menores ganharem visibilidade no mercado.  Marcas de cosméticos que são cruelty free, que trabalham com ingredientes naturais, embalagens 100% recicláveis e que apresentam interesse genuíno em participar ativamente do processo de cuidado com o planeta, serão celebradas mundialmente. A mentalidade do lucro acima da destruição do meio ambiente já está sendo vista como uma característica de “empresas vilãs”.

 

Outro ponto alto de 2019 é a volta dos cosméticos naturais, feitos com os produtos que você já possui na sua cozinha. Com o avanço da tecnologia e da ciência na área da estética e do rejuvenescimento, nos distanciamos cada vez mais da natureza, e nos esquecemos que todos os ingredientes curativos que precisamos já estão disponíveis nos alimentos, nas plantas e nas flores. A redescoberta de produtos de beleza orgânicos trazem vários benefícios como a desintoxicação de ingredientes químicos prejudiciais à saúde, aumento da economia do consumo e valorização dos recursos naturais. Uma máscara de argila pode fazer mais bem a pele do que uma máscara cheia de ingredientes suspeitos vendidos a preços exorbitantes no mercado do luxo.

 

 

 

 

A indústria do fast fashion com sua produção maciça de roupas descartáveis para serem usadas em apenas uma estação, também estão sendo rejeitadas por grande parte da população jovem mais consciente do impacto ambiental que o rápido descarte provoca. Mais do que uma tendência passageira, a opção por roupas de qualidade que possam ser usadas várias vezes, por muitos anos, veio pra ficar.

 

Aos 38 anos, passei por duas grandes mudanças em minha vida. A primeira delas foi descobrir que eu sofria de uma doença de pele crônica chamada Rosácea, que deixava a minha pele sempre irritada, vermelha, descamando e inflamada. Com a descoberta da rosácea precisei abrir mão de todos os produtos de luxo que eu usava na minha pele, e com eles foram dezenas de potinhos plásticos! Minha dermatologista trocou tudo por receitas naturais como água termal, máscara de argila, óleos essenciais, cremes sem ingredientes químicos e sabonetes neutros, além da recomendação médica de aumentar o consumo de água. Essa mudança simplesmente mudou a estrutura da minha pele, que hoje está muito mais radiante, saudável e limpa.

 

A outra mudança foi a chegada dos quarenta, que me obrigou a rever meu guarda-roupa para acompanhar as mudanças do meu corpo. Após quatro anos de estudo sobre o estilo minimalista das mulheres francesas, curei meu impulso por compras e passei a ter um closet super enxuto, elegante e na medida certa pra mim. Sem saber eu já estava sendo contagiada pela tendência mais minimalista/naturalista e de menos consumo do século 21, e essas mudanças fizeram uma transformação profunda na minha pele, no meu bolso, na minha consciência, autoestima e imagem.

 

Portanto, se você quiser abraçar a tendência mais relevante dessa nova era, 2019 te trará um impulso especial para iniciar mudanças de estilo e de mindset que irão afetar positivamente todos os aspectos da sua vida.

 

*Tamara Ramos Feijó é autora de três livros sobre estilo e beleza minimalista das mulheres francesas. Conheça os livros aqui.

Share on Facebook
Please reload

Siga
E-book gratuito!

CONHECE-TE A TI MESMO

 
Tamara Ramos Feijó
Todos os direitos reservados - 2020