October 22, 2018

March 14, 2018

Please reload

Posts Recentes

11 mulheres em Paris!

March 14, 2018

 

 

Sou apaixonada pelo cinema francês desde que assisti ao meu primeiro filme com Brigitte Bardot, quando ainda era adolescente.  Atualmente, vivo em busca de títulos em francês no Netflix e no Now, e sempre encontro ótimos filmes que valem a pena assistir.

 

O último filme francês que vi  foi o ótimo “O que as mulheres querem”, que aluguei no NOW. O título original, “Sous les Jupes des Filles”, significa sob as saias das mulheres, e acredito que esse nome seja ainda mais apropriado para definir o tema da obra.

 

Com um elenco de peso e totalmente ambientado em Paris, o filme “O que as mulheres querem” retrata a vida de onze mulheres francesas com seus desafios, problemas e inquietudes. Todos os estereótipos femininos são retratados na obra, o que nos causa uma identificação imediata com as personagens. Este filme mostra que as francesas, a despeito de toda sua elegância e requinte, são mulheres normais, iguais a nós e a todas as mulheres do mundo.

 

Vanessa Paradis, Isabelle Adjani, Laetitia Casta, Sylvie Testud, entre outras atrizes famosas, representam empresárias, esposas, amantes, mães e filhas nesta comédia divertida e perspicaz.

 

Vanessa Paradis está excelente no papel da empresária bem sucedida, mas sem vida social.  Ela não tem amigos, não tem namorado, filhos ou parentes, mas sua vida muda quando um médico a alerta de que sua testosterona está alta demais.  O diálogo entre ela e o médico tem fundo feminista, e esquenta quando o médico recomenda que ela seja mais feminina.

 

Laetitia Casta é uma jovem advogada tímida, com problema de gazes que se agrava na presença dos homens. Principalmente se ele for bonito e atraente! Sua personagem nos faz rir, mas ao mesmo tempo nos emociona por sua sensibilidade.

 

Isabelle Adjani faz o papel da mulher amarga, que briga com o aumento de peso, a solidão e a menopausa. Seu problema se agrava diante da juventude da filha que está em fase de iniciar sua vida sexual.  Sua personagem também passa por transformações durante a trama.

 

E ainda há um triângulo amoroso hilário, que acaba mal quando a ex-esposa envia os filhos para a casa da amante. E um problema de adultério às avessas, quando a mãe de três meninos pequenos se apaixona pela babá.

 

O filme foi bem recebido pelo público francês e levou mais de 1 milhão de expectadores ao cinema em seu ano de lançamento, 2015.

 

O que mais me cativou na obra foi a diversidade das personagens femininas. Todos os estereótipos são desafiados , como por exemplo, a falsa ideia de que as francesas aceitam casos extraconjugais sem maiores problemas.

 

No filme vemos mulheres francesas de todas as cores, estilos e tamanhos. Vanessa Paradis e Laetitia Casta representam melhor o estilo tradicional chic parisiense que causa admiração em muitas mulheres mundo a fora, mas elas não são estrelas solitárias no filme.  

Todas as atrizes desempenham papeis de igual importância, e essa é a grande sacada da trama.

 

Você verá mulheres francesas morenas, louras, ruivas, baixas, altas, magras e gordas. Verá mulheres extremamente elegantes e mulheres descuidadas. Verá crianças fazendo birra exatamente como vê no Brasil. Verá maridos apaixonados, negligentes, carinhosos e omissos. E verá muito humor em todas as cenas dessa comédia deliciosa.

 

Se você se interessa pelo estilo e comportamento das mulheres francesas, vai adorar esse filme! Recomendo com nota 10!

 

 

 

Share on Facebook
Please reload

Siga
E-book gratuito!

CONHECE-TE A TI MESMO

 
Tamara Ramos Feijó
Todos os direitos reservados - 2020